Vereadores de Osasco aprovam plano de carreira dos professores e servidores de apoio da Educação

 Em segunda votação na Câmara Municipal de Osasco, na sessão ordinária de terça-feira (26), dois projetos na área Educação foram aprovados pelos vereadores com 16 votos favoráveis e agora devem ser sancionados pelo Executivo, junto com outro projeto aprovado em discussão única no plenário, no último dia 21.
Representantes de Sintrasp (Sindicato dos Servidores) e da APOS (Associação dos Professores de Osasco e Região), que acompanharam a sessão, comemoraram a conquista. A iniciativa era aguardada há muito tempo pela categoria, pois estabelece aumento nas faixas salariais e normas nas tabelas de vencimentos na rede municipal de ensino. A proposta prevê também a criação de uma gratificação bimestral para os educadores que não apresentarem faltas no trabalho.
O vereador Toniolo (PCdoB), líder do governo, destacou a importância destes projetos. “Eram benefícios bastante requisitados pelos funcionários da Educação e visam à valorização do Magistério. Os projetos passaram pelas comissões da Câmara e foram amplamente discutidos”.
Com aprovação dos projetos, os servidores de apoio na Educação, que inclui cargos de cozinheiro, servente, zelador, inspetor de alunos e oficial de escola, também receberão reajuste nos vencimentos. Já cargo de Professor de Desenvolvimento Infantil I, será adequado ao piso nacional do magistério, de R$ 14,25 por hora.
Assim que forem sancionadas pelo prefeito Rogério Lins (PODE), as leis terão seus efeitos retroativos a 1º de janeiro de 2019.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.