Festa do Cururuquara em Parnaíba acontece neste sábado

N sábado,11, acontece pelo a tradicional Festa do Cururuquara, em Santana de Parnaíba. Na 126ª edição, os moradores do bairro repetem os mesmos atos realizados por seus antepassados, quando foi assinada a Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, dando a liberdade aos escravos brasileiros.

As comemorações terão início às 16 horas, com a apresentação de capoeira do mestre minhoca. A programação religiosa começa logo em seguida, às 17h, com a reza cabocla. Em seguida, ás 18h, acontecem as tradicionais procissões de São Benedito e Nossa Senhora do Carmo. Uma delas parte da Capela maior de São Benedito, no Largo das Palmeiras, e a outra sai da Capela menor. Elas se encontram no caminho e seguem até a Capela maior, onde será realizada uma missa, às 19 horas. Ao término da celebração, os moradores do bairro – que são descendentes dos escravos – farão o levantamento do Mastro.

Após a programação religiosa, às 20h, os presentes poderão conferir a apresentação dos grupos de samba de bumbo do bairro: Bumbos do Cururuquara e Samba do Cururuquara. A festa contará também com outros grupos convidados de samba de bumbo de diversas partes do Estado de São Paulo.  Eles todos se apresentarão em uma grande roda e as pessoas presentes poderão cantar e dançar com os integrantes.  

Quem prestigiar a festa, poderá ainda conferir show musical com a dupla sertaneja Elder & Diego e a banda Alma Kimera. Haverá, também, leilão de prendas e brindes. Os presentes também poderão se deliciar com comidas e bebidas da quermesse, que acontece durante toda a festa.

Transporte gratuito
Uma grande novidade deste ano será o transporte gratuito que a Prefeitura irá disponibilizar para levar as pessoas até o local da festa. A condução partirá do Monumento aos Bandeirantes, no Centro Histórico e terá duas saídas: às 18h, com retorno às 23h00, e às 20h00, retornando às 01h00. São oferecidas 80 vagas aproximadamente, sendo 40 para cada viagem. Os interessados devem fazer a reserva no telefone 4154-4447, com Ana Paula.  

Exposição Olhares Cruzados
Quem comparecer à festa terá a oportunidade também de conferir a exposição de fotos e o vídeo “Brasil Cabo Verde Olhares Cruzados”, que mostra o intercâmbio entre as crianças do Cururuquara e do Cabo Verde. 

Os trabalhos fazem parte do projeto “Olhares Cruzados Brasil Cabo Verde”, que consistiu na realização de oficinas com as crianças das duas localidades, com o objetivo de valorizar as origens culturais afro-brasileiras e do Samba do Cururuquara

O projeto é uma iniciativa da OSCIP Imagem da Vida e conta com o apoio da Prefeitura de Santana de Parnaíba e do Instituto HSBC Solidariedade.

Histórico

Tudo começou quando foi assinada a Lei Áurea, no dia 13 de maio de 1888. Felizes com o acontecimento, os escravos de Nhô Bueno foram até a Capela de São Benedito, conhecida como Capela das Palmeiras, para agradecer a liberdade. Segundo a história, os negros permaneceram no local durante quatro dias, dançando, cantando e tocando samba de bumbo. Em louvor ao santo, eles plantaram quatro coqueiros em frente à capela. Desde então, os ex-escravos e seus descendentes passaram a se reunir no mesmo local, todos os anos, para lembrar a data.
Antigamente, a imagem de São Benedito permanecia por um ano na casa de um dos moradores do bairro. E, sempre no dia 13 de maio, os fiéis iam até o local onde o santo estava hospedado e o levava até a Igreja. Depois da missa e das festividades, a imagem seguia em cortejo até a casa de outro morador.
Anos depois, começaram a ser realizadas duas procissões, que se encontravam no meio do caminho e seguiam juntas até a igreja. Com a doação da imagem de Nossa Senhora do Carmo, no final da década de 60, uma das procissões começou a sair da Igreja de São Benedito, com a imagem da santa, e a outra da Capelinha, com a de São Benedito. Quando os cortejos se encontravam, acontecia uma queima de fogos e os seus integrantes retornavam juntos à Igreja, onde era realizada uma missa. Em seguida, era feito o levantamento do mastro, tradicionalmente socado pelos festeiros, por acreditarem que o ato traz bons fluídos. Essa tradição mantém-se até os dias de hoje e é repetida na Festa do Cururuquara todos os anos.     
Mais tarde, foram incluídos na festa os violeiros, assim como o leilão de prendas e a quermesse. Com o dinheiro arrecadado nas festas, foi construída a Igreja atrás da centenária Capela de São Benedito, no final da década de 60.

Programação Completa

16h                 Capoeira do Mestre Minhoca
17hReza Cabocla
18hProcissão
19hMissa
19h50Levantamento do Mastro
20hBumbos do Cururuquara
20h30Samba do Cururuquara
21h30Shows e Leilão
Abertura do Show com Banda Alma Kimera
Show com Elder & Diego (Sertanejo)
Leilão de Prendas e Brindes
23hSamba de Roda de Pirapora do Bom Jesus
23h30Samba de Roda da Tia Aurora
00hSamba de Bumbo Urucungos, Puítas e Quijengues
00h30Samba de Bumbo Ngoma
01hSamba de Bumbo Votubumbá

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *