A bela, belíssima Sicilia!

Talvez você nem saiba onde fica a Sicília, mas eu te digo, ela fica no pé da bota da Itália e é um lugar simplesmente inacreditável de lindo.
Eu diria que a Sicília tem um turismo sub explorado, pois a grande maioria das pessoas que visita a Itália não desce até a Sicília. O que certamente é um pecado mortal, pois essa ilha além de ser a maior do mediterrânea é simplesmente linda de viver…
Ela é banhada por três mares,- Tirreno, Mediterrâneo e o Jônio, possui quase 1.500 km de praias lindíssimas de mar calmo e um azul de tirar o fôlego.
Devido á sua posição geográfica, teve um papel importante nos eventos históricos do povo do Mediterrâneo, cada cidade que você circula você vê os traços dessas invasões, transformando a Sícilia em uma região rica em história e de sítios arqueológicos.
A Sicília, foi simplesmente invadida e saqueada por gregos, romanos, bizantinos, árabes, normandos, espanhóis e durante a segunda guerra foi bombardeada pelos aliados. Tudo isso resultou em grande herança histórica para a humanidade. Existe hoje na Sicilia templos gregos, mosaicos bizantinos, vilas romanas, palácios normandos, igrejas barrocas e casas renascentista. São 2.800 anos de história.

Falemos um pouco de algumas cidades dentro desta ilha que é a pérola do mediterrâneo.

Agrigento
Suas origens são muito antigas, na época em que os gregos colonizavam o sul da Itália e a Sicília, formando a Magna Grécia.


Esta cidade abriga a famoso parque do Vale dos Templos, onde hoje é possível ver as ruinas de templos grego, como o templo de Juno, de Concòrdia, Hercules, Zeus e Pólux , esses templos foram construídos entre o sexto e o quarto século AC.
Agrigento foi destruída pelos cartaginenses no século 4 AC, tomada pelos romanos um século depois, foi conquistada pelos bizantinos, pelos árabes em 827, voltando ao domínio siciliano no século 14.
Um lugar fantástico que passa a sensação que você entrou no túnel do tempo.

Selinunte

Cidade muito próxima de Agrigento , localizada na costa sudoeste da ilha, entre os vales dos rios Cottone e Modione. Atualmente entre a comuna Castelvetrano, e o Frazioni de Triscina di Selinunte no oeste e Marinella di Selinunte no leste.
Esta cidade também foi de origem grega, governada por Pèricles entre 495 -429 AC, e teria sido fundada na segunda metade do VII séc. A.C. e atingido uma população de 70.000 habitantes.
As ruínas que vemos hoje são divididas em duas partes do sítio arqueológico: a colina ocidental com   a Acrópole e a colina oriental, com os templos gigantescos, um dos maiores do mundo grego.
O templos chamados templos E (dedicado provavelmente à Hera) – templo F (dedicado à Atenas) – templo G (dedicado a Zeus), que foram construídos entre os anos 560 a.C. e 470 a.C.

Taormina
Uma cidade pequena e linda, com praias maravilhosas e um teatro grego-romano, que remonta do século III AC, onde ocorriam combates de gladiadores e a caça de animais ferozes.
Mas é uma cidade cheia de lugares charmosos, floridos e cheios de cafés, restaurantes com vista para o mar, onde você pode sentar para beber um limoncelo e apreciar a Isola Bella, pequena faixa de terra do mar jônico, com agua morna e cristalina, onde alguns turistas aproveitam o sol.
Também não dá para deixar de visitar o jardim público, também chamado de “Parco Colonna” ou “Villa Comunale “’ e um lugar repleto de plantas exóticas e flores e que proporciona uma vista incrível da baia de Taormina.
 
Vulcão Etna é o mais alto da Europa e está entre os mais altos do mundo, a 3.340 metros de altitude. Praticamente de qualquer lugar de Taormina é possível avistar o vulcão Etna. 
É possível conhecer o cume do vulcão com passeios guiados , porém é preciso não ser preguiçoso ou medroso, pois precisa caminhar cerca de quatro horas em uma trilha de magma petrificado. . Se preferir você pode ficar só no pés do vulcão fazendo degustações de vinhos nos parreirais lá. A uva Nero Davola é deliciosa e típica da região. E ainda há um bondinho que transporta os turistas da base do Etna até a metade do vulcão, onde há um restaurante e lojas de souvenirs.
O Etna é o único vulcão ativo na europa com 3.500 metros e essa altura ainda pode aumentar já que ainda esta ativo.

Siracusa
Fundada por gregos em 735 AC, a visita à Siracusa é uma viagem através do tempo, logo na entrada da cidade , o templo de Apolo no estilo dórico.
Entre os templos gregos de Ortígia, as igrejas cristãs, os esplêndidos palácios Suevos, Aragoneses e barrocos; você poderá girar em meio a belos jardins, belas praças e ruas estreitas desta ilha mágica para descobrir os talentos de artistas italianos, como Antonello de Messina e Caravaggio.
Parque Arqueológico de Neapolis, onde existem monumentos memoráveis, como o Anfiteatro Romano, o teatro grego e a famosa Orelha de Dionísio
A Orelha de Dionísio é uma caverna com um incrível eco que, segundo a lenda, foi explorada pelo tirano de cidade. A história diz que ele estava escondido em um barranco e ouviu as conversas dos inimigos trancados na caverna, sem poder vê-los. A caverna é famosa por suas propriedades acústicas singulares que amplificam qualquer som o tornando perfeitamente perceptível para aqueles que estão na sua entrada.

Palermo
A cápital da bela Sicilia, uma cidade urbana, com diversos traços de cultura antiga, com estilos arquitetônicos, incluindo cúpulas árabes e construções barrocas.


Não dá para deixar de visitar o Palácio dos Normandos, também conhecida como o Palácio Real de Palermo é famoso por também ser sede da Assembléia Regional da Sicília e a Residência Real mais antiga da Europa. Esse palácio é com certeza a atração turística mais visitada em toda a Sicília, graças à bela estrutura árabe e aos suntuosos quartos com mosaicos de valor inestimável. Faz parte também parte do Palácio a famosa capela Palatina e a Igreja de São João dos Eremitas.
Para os que apreciam música e arte , não pode perder a Galleria d’Arte Moderna (“GAM”), o Salinas e uma ópera ou balé no Teatro Massimo.
Visite também a Catedral (dedicada a Nossa Senhora da Assunção), Uma das igrejas cristãs mais antigas do mundo, de 600 d.C. (apesar de sua estrutura atual ter sido concluída em 1185).
A Fonte da Praça Pretória e a Praça Vilhena, conhecida também como Praça dos Quatro Cantos, por ser o ponto de encontro das duas ruas mais importantes da cidade histórica: a Via Maqueda e a Corso Vittorio Emanuele, separando-as em quatro cantos.
Uma basílica com três naves, dedicada a São Pedro e São Paulo Apóstolo, que na época servia como igreja particular para a realeza da cidade. Toda composta de mármores em estilo bizantino e madeira entalhada e com pinturas com toque árabe, surpreende o turista assim que ele entra, de tão imponente e chamativa. A Capela brilha por todos os lados, é toda recoberta por mosaicos bizantinos, nos quais está representado o Cristo Onipotente, conversando com São Pedro, São Paulo e também com todos os visitantes que olham para cima, maravilhados pela imensidão dourada.

Cozinha Siciliana
Não dá para falar da Sicília, sem falar de sua culinária, a qual teve forte influência na atual cozinha italiana.
Historiadores, encontraram documentos de 1.134 DC, relatando em Palermo a descoberta de uma iguaria chamada “itiya”, mistura de farinha, água e vinho branco no formato de fios longos que secavam ao vento, ou seja 150 anos ante da viagem de Marco Polo.
Os doces são uma atração à parte da cozinha siciliana, como a famosa cassata siciliana e os gelattos de frutas.
A qualidade das frutas como pêra, mandarino, limão, cidra, melão, figo da índia, nozes, poistache, castanhas e tantas outras frutas silvestres, fazem o melhor sorvete do mundo.
A Sicilia produz também óleo de oliva, laticínios como provolone, ricota, queijos de ovelha e vinhos, cuja qualidade é apreciada em todo mundo.

O Povo siciliano
O povo siciliano tem muito em comum com o povo brasileiros, são simpáticos e sempre dão um jeito de se comunicar e ajudar. Se você pedir uma informação por exemplo de como chegar em um lugar é provável que eles te acompanhem até o local.
Adoram puxar conversa e depois de cinco minutos já estão te convidando para almoçar na casa deles.
Os Sicilianos adoram falar da vida deles, mas adoram também saber da sua.
.
Enfim, um lugar que vale super a pena visitar!
Boa viagem!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.