Aluguel de carro por hora pode gerar até 60% de economia em tempos de Covid-19

Em tempos de quarentena, já pensou em vender o carro, aplicar o dinheiro num fundo de segurança familiar e alugar um veículo por aplicativo? A partir de R$ 10 por hora, você pode utilizá-lo para ir ao supermercado, farmácia, posto de saúde ou levar o pet no veterinário

Ainda não há como prever o fim do isolamento causado pela Covid-19 e muito menos calcular os danos econômicos que a pandemia está causando. O que se sabe, conforme apontam inúmeros analistas, é que a recessão será global. Mas como se planejar diante deste cenário? 

Em um período em que a renda familiar está diminuindo, manter um carro na garagem pode sair muito caro. Além da desvalorização, o automóvel possui despesas como IPVA, seguro, lavagem, manutenção e combustível. E se o carro for financiado, a despesa fica ainda maior. O proprietário gasta sem perceber, enquanto que o veículo, de fato, poderia se transformar num fundo de segurança para a família.

Hoje, é possível vender o carro, salvar em torno de 60% das despesas, aplicar o dinheiro para uma eventual emergência, ou mesmo para um investimento futuro, sem necessariamente ficar sem carro e depender exclusivamente do transporte público. Na Turbi, há a vantagem de alugar o carro por hora e utilizá-lo para tarefas do dia a dia, mesmo em tempos de quarentena,  como ir ao supermercado, farmácia, posto de saúde ou levar o pet no veterinário. 

Os carros ficam em estacionamentos 24 horas, e podem ser alugados por hora de uso ou por pacote de horas, que se torna ainda mais barato. Para usar o carro, é só destravar via aplicativo e pegar a chave no porta-luvas, tudo sozinho, sem qualquer contato humano.

Os aluguéis partem de R$ 10 por hora, porém é possível contratar pacotes de horas de 12h, 24h e até 7 dias com até 75% de desconto sobre o valor da hora. Além disso, o usuário paga R$ 0,50 por quilômetro rodado e o combustível já está incluso, por meio de um cartão combustível que se encontra dentro do carro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.