Estudante de 15 anos acusa professor de assédio em escola de Osasco

Uma estudante de 15 anos da Etec Professor André Bogasian, em Osasco, na região metropolitana de São Paulo, afirma ter sido vítima de assédio sexual dentro da escola de ensino médio técnico. Segundo ela, o assédio foi cometido por um professor.

A família da adolescente registrou boletim de ocorrência em uma Delegacia de Defesa da Mulher, no Centro da cidade, e a Secretaria da Segurança Pública (SSP) disse que o caso foi registrado como importunação sexual e um inquérito policial foi aberto.

A aluna contou que, na tarde da quinta (4), durante o intervalo das aulas, encontrou com o professor por acaso. Ela estava com uma calça rasgada na perna, e ele teria aumentado a abertura do tecido. Logo depois, ele teria passado a mão na coxa da estudante.

Nesta sexta-feira (5), os alunos organizaram um protesto na porta da escola pedindo o afastamento desse professor e protestando contra atitudes abusivas.

O professor ficou sabendo da organização do ato e chegou a ameaçar algumas alunas por meio de um aplicativo de mensagens de texto. Em um dos textos, ele é irônico e parabeniza pelo protesto. Depois diz que “a pessoa assuma as consequências”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.