Campanha estimula a participação cristã na construção de políticas públicas

A Sala Luiz Claudino (antiga Sala Osasco), anexa ao Paço Municipal, ficou completamente tomada pelo público que compareceu à reunião sobre a Campanha da Fraternidade com o tema “Fraternidade e Políticas Públicas” e o lema “Será Libertado pelo Direito e pela Justiça”, lançada mês passado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em Brasília. O encontro, ocorrido na quarta-feira, 3/4, foi comandado pelo bispo da Diocese de Osasco, Dom João Bosco, e contou com as presenças do prefeito Rogério Lins, da primeira-dama, Aline Lins, da vice-prefeita Ana Maria Rossi, religiosos, vereadores, secretários municipais e adjuntos.

Conforme o bispo, a campanha visa estimular a participação dos cristãos na construção de políticas públicas como forma de fortalecer a cidadania e o bem comum. O religioso chamou os presentes a uma reflexão sobre o conceito de fraternidade. “Não é um assunto exclusivamente religioso, é uma prática social, que deve ser exercida por todos os cidadãos”.

Em breves palavras o prefeito resumiu qual deve ser o papel do Poder Público na promoção do bem comum. “Vivemos num momento em que há muita agressão a essa instituição chamada família, sobretudo nas camadas mais necessitadas. Então, o Poder Público tem de atuar promovendo a inclusão de todos, com ações inclusivas.”

O vereador Rogério Santos proferiu palestra sobre o tema e traçou um paralelo entre “solidariedade” e “fraternidade”. “Na solidariedade, as pessoas se unem, por exemplo, quando há uma catástrofe ou acidente para socorrer o necessitado naquele momento. Já a fraternidade deve significar um passo a mais. Deve fazer com que a gente se doe a quem precisa, seja naquele exato momento ou não. Deve ser algo contínuo, deve fazer com que haja a consciência da responsabilidade no cuidado de uns para com os outros. A fraternidade deve nos fazer olhar sempre para o bem comum e não para os próprios interesses”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.