Líbano, um país moderno e seguro

Talvez você esteja estranhando este título para um artigo sobre o Líbano, e talvez esteja também se perguntando se é seguro fazer turismo neste país? E minha resposta é SIM para as duas questões. É preciso desmistificar essa questão, pois fazer turismo no Líbano neste momento é seguro.
É fato que a região e conflituosa (hoje quem está em guerra é a Síria), mas o Líbano, já superou esta fase e no momento goza de muita calma e prosperidade.
E quanto a ser moderno, informo que este país, faz questão de ser reconhecido como o mais moderno dos países árabes, mesmo sendo considerado o berço da humanidade, já que foi o lar dos fenícios entre 2.700 a 450 a.c. Hoje goza do conceito de ser o pais mais liberal e moderno da região, inclusive as mulheres não são mais obrigadas a usar a roupa preta. (abaya) .

Carlos Henrique Dezen em viagem pelo Líbano


E talvez a maior diferença do Líbano, para os demais países da região árabe (majoritariamente mulçumanos) , seja essa mistura de religiões que convivem no mesmo espaço, são árabes cristãos de várias denominações (ortodoxos, maronitas, etc.), muçulmanos sunitas e muçulmanos xiitas, enquanto os demais países árabes são majoritariamente mulçumanos. Líbano, oficialmente República do Líbano (é um pouco maior que o nosso Sergipe) está localizado na extremidade leste do mar Mediterrâneo, na Ásia Ocidental, numa região que faz ligação entre esse continente e a Europa. Faz fronteira com a Síria ao norte e a leste e com Israel ao sul e a oeste com Chipre pelo mar Mediterrâneo.

As cidades turísticas
Um dos pontos turísticos mais famosos e o maravilhoso sistema de cavernas de calcário Jeita Grottos, interconectadas, abrangendo uma extensão total de quase 10 quilômetros. As cavernas estão situadas no campo de Nahr al-Kalb, um vale dentro da localidade de Jeita, 18 quilômetros ao norte de Beirute.
Dentro das grutas, foram construídas passarelas (sem interferir na paisagem natural) , permitindo o acesso seguro dos turistas dentro da gruta.
Ainda dentro das grutas é possível realizar um passeio de barco elétrico, por 500 metros navegando em um rio com pequenas cachoeiras e corredeiras.
Suas galerias são compostas por uma série de câmaras, sendo que a maior delas tem uma altura de 120 metros. A caverna superior contém uma grande concentração de uma variedade de formações cristalizadas, como estalactites, estalagmites, colunas, cogumelos, lagoas e cortinas.
Byblos, cidade fenícia, , que por ser uma das mais antigas cidades continuamente habitadas, foi considerada pela Unesco , como patrimônio Mundial. Sua história remonta pelo menos 8.000 anos (muito tempo né?), incluindo o souk(mercado), o lado da marina, com seu porto histórico e o Castelo dos Cruzados , com muitas ruinas incríveis para visitar.
Como não mencionar a linda estátua da Virgem Maria e seu belo santuário, localizada na cidade de Harissa, esse passeio para admirar a imagem da santa e feita por um teleférico, que lhe proporcionará uma vista da baia de Jounieh maravilhosa.
Caso você não queira andar de teleférico poderá também observar a bela vista através da escada em espiral que contorna a imagem da santa.
Em Baalbek, você deve conhecer a cidade a velha cidade onde estão os templos dos deuses Júpiter, Vênus e Baco e já que falamos no deus baco, não deixe de provar o vinho libanês eles tem excelentes vinícolas por lá, trata-se da mesma região de Canaã, lembra dessa cidade onde Jesus realizou seu primeiro milagre, tornando a água em vinho. As jarras do milagre ainda estão por lá! Muito próximo a elas, há uma caverna bem conservada, protegida pela ONU e reconhecida pelo Vaticano.
Seguindo esse roteiro de lugares bíblicos, próximo a Canaã, visite também as ruínas Sidon e de Tiro, antigas cidades fenícias da costa do Mediterrâneo, localizadas a mais de 80 km de Beirute.
Beirute, a capital do Libano e sede do governo libanês, desempenha papel central na economia local, muitos bancos e empresas mantém suas sedes no centro da cidade, sua indústria e pouco desenvolvia, com exceção da indústria alimentícia, têxtil e editorial.
Tradicionalmente o maior centro de comércio e comunicações do país. Assentada sobre a baía de São Jorge, no mar Mediterrâneo, ganhou importância graças ao intenso tráfego terrestre e portuário com os países vizinho. É sede de três universidades e conta com um museu arqueológico onde se acham expostas as descobertas feitas em Biblos.
Uma cidade de contrastes entre os modernos prédios envidraçados e as ruinas de antigas cidades destruída pela guerra civil.
No ponto central da cidade você vai poder conhecer a famosa torre do relógio Place d’ Etoile e a o cartão postal da cidade a Mesquita Al Omari , bonito de dia e de noite ,( é linda a iluminada ) e os campus da Universidade Americana,, Mesquita Mohammed Al-Amin, a Catedral Maronita de São Jorge, a Catedral Ortodoxa Grega, a Rua Hamra, o Museu Nacional, a Baía de Zaitunay no centro da cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.