Conjunto Miguel Costa, em Osasco, recebe primeiras famílias

Neste final de semana, aconteceu o início da mudança das primeiras famílias para o Conjunto Residencial Miguel Costa, em Quitaúna. No acordo entre Prefeitura de Osasco, Exército e CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) ficou acertado o acesso de 19 caminhões de mudança por hora. A operação continua nos demais finais de semana até que sejam concluídas as mudanças das 960 famílias.

Prefeito Rogério Lins, o presidente da Câmara Ribamar e secretários municipais acompanharam a mudança das famílias

A ocupação do Conjunto Residencial Miguel Costa é resultado de uma ação judicial conjunta entre a Prefeitura de Osasco, Ministério Público e Defensoria Pública da União em abril desse ano junto à Justiça Federal. A decisão judicial autorizou o acesso dos moradores ao residencial, mas antes foi necessário a assinatura dos contratos com a CEF (Caixa Econômica Federal) e a criação de um bolsão de estacionamento próximo a estação de trem de Quitaúna para atender aos moradores.

CONJUNTO HABITACIONAL

O acesso ao Conjunto Habitacional, entrave que impediu a ocupação do empreendimento desde que foi concluído em novembro do ano passado, se dará pelo acesso de nível, passando sobre a linha da CPTM e em frente ao Quartel do Exército.

Os moradores também terão duas passarelas: uma na estação de trem de Quitaúna e outra no Km 21. Até que a prefeitura construa um viaduto sobre a linha férrea e que desemboque na Avenida dos Autonomistas, os moradores do Conjunto Miguel Costa terão bolsões de estacionamento e serviço de traslado 24 horas das estações de trem até o conjunto residencial.

Fonte: SECOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *