Mesmo em ano atípico, Osasco avança em ações sociais e de infraestrutura urbana

Apesar do ano atípico em razão da pandemia do coronavírus, que impactou a economia do país, famílias, setores de produção e também os serviços públicos, a Prefeitura de Osasco manteve seu cronograma de atividades nas mais diversas áreas, como programas de ação social, infraestrutura urbana, Saúde, Educação, Segurança Pública e Habitação, entre outras. 

Na Saúde, por exemplo, além da entrega da nova Unidade Básica de Saúde (UBS) de Presidente Altino, reforma dos prédios da Vila Menck, Olaria do Nino e Metalúrgicos, da UPA Centro, do Pronto-Socorro Santo Antônio, e entrega do novo Centro de Especialidades Odontológicas (16 consultórios e 33 dentistas), por conta da covid-19 a Prefeitura pôs em prática uma série de medidas para amenizar o impacto da doença na cidade.

De imediato, adotou uma série de protocolos preconizados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), criou leitos específicos para receber pacientes de covid no Hospital Antônio Giglio, transformou os PSs Santo Antônio e Osmar Mesquita (Helena Maria) em Centros de Terapia Intensiva (CTIs), parte da Policlínica da zona Norte virou Hospital de Campanha, construiu 40 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Pronto-Socorro do Jardim D’Abril, transformando-o em Hospital de Retaguarda e contratou 47 novas equipes (500 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem) para cuidar dos pacientes. Também abriu, no bairro Bela Vista, um espaço para acolher a população de rua que precisasse cumprir quarentena.

Na Educação, além da entrega de dez novas creches e da primeira unidade Mundo da Criança (a segunda será entregue no primeiro semestre de 2021), que juntas criarão 4 mil novas vagas, a Prefeitura implantou lousas digitais e instituiu o ensino do Espanhol. Também aproveitou a suspensão das aulas durante a pandemia para reformar algumas unidades escolares.

Para que os alunos não tivessem o aprendizado comprometido, o município criou o aplicativo “Escola em Casa” e apostilas com todo o conteúdo do programa escolar e exercícios (para os que não dispõem de internet, celular o computador), e instituiu o cartão Merenda em Casa, no valor de R$ 70 por aluno. Também está reformando os Centros Educacionais Unificados (CEU) José Saramago e Zilda Arns.

As obras de infraestrutura também tiveram continuidade, como a limpeza e desobstrução de bocas de lobo e canalização do Braço Morto do Tietê em trechos próximo ao Jardim Baronesa e na divisa entre o Rochdale e o Canaã.

Também houve o prosseguimento do Programa Ilumina Osasco, que prevê a implantação de 24.850 novas luminárias de LED em substituição às convencionais (vapor de sódio), e do Programa Asfalto Novo, com a pavimentação de cerca de 400 ruas e avenidas.

Na área da Habitação, entregou 40 novas moradias no Conjunto Habitacional Morro do Sabão, no Munhoz Júnior, 16 apartamentos no Jardim Bonança e 300 no Conjunto Residencial Vila Alemanha (Jardim Veloso), além da entrega de títulos de regularização fundiária para dezenas de famílias em diversos bairros. Ainda na área social, entre outras medidas, a cidade está reformando as dez unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) para melhor atender as dezenas de famílias cadastradas em programas sociais.

Segurança – Para reforçar a segurança na cidade, a Guarda Civil Municipal (GCM) recebeu drones e novos armamentos, entre eles 14 novas espingardas calibre 12.

Esportes e lazer – A Prefeitura já entregou em anos anteriores e no momento está reformando uma série de praças e áreas de lazer, como o Boulevard do Baronesa, o ginásio Ayrton Senna da Silva, e implantando gramado sintético, novo alambrado e iluminação de led em campos de futebol, entre eles dos Eucaliptos, na zona Norte, e do CSU, na zona Sul.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em que podemos lhe ajudar?