Governo Estadual e Consórcios da Região Metropolitana firmam parceria para enfrentamento à Covid-19

Na noite de quinta-feira, 26/01, os presidentes dos Consórcios Intermunicipais da Região Metropolitana de São Paulo, participaram de reunião com o vice-governador e secretário de Governo, Rodrigo Garcia, para discutir o enfrentamento à pandemia diante do cenário atual, com a variante ômicron, que tem provocado falta de leitos, testes e profissionais de saúde, além de ampliar a dificuldade na busca por vagas de internação via CROSS (Central de Regulação de Oferta de Serviços de Saúde).

Também estiveram presentes o Chefe da Casa Civil, Cauê Macris, o secretário estadual do Desenvolvimento Regional Marco Vinholi e o secretário de Saúde, Dr. Jeancarlo Gorinchteyn.

Na oportunidade, os presidentes dos consórcios intermunicipais da Região Metropolitana de São Paulo: Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê (CONDEMAT), Guti; Consórcio do Grande ABC, Paulo Serra; Consórcio Intermunicipal da Região Oeste Metropolitana (CIOESTE), Rogério Lins; Consórcio Intermunicipal dos Municípios da Bacia do Juquery (CIMBAJU), Danilo Joan, e representante do Consórcio Intermunicipal da Região Sudoeste da Grande São Paulo (CONISUD), expuseram ao vice-governador e aos demais gestores, as dificuldades que as cidades estão enfrentando neste momento.

Representando 40 municípios paulistas, os presidentes dos Consórcios já haviam se reunido na última segunda-feira, 24/1, para, em conjunto, solicitar maior capacidade hospitalar para suas regiões de cobertura e repasse específico aos municípios.

O presidente do Cioeste, prefeito de Osasco Rogério Lins, explicou ao governador que as cidades passam também por dificuldades para a contratação de profissionais da área da saúde. “Queremos uma parceria com o Governo do Estado para o custeio dessas despesas. Uma parceria em prol da vida e da ciência”, disse.

Panorama – Dr. Jeancarlo Gorinchteyn explicou que a taxa atual de ocupação de leitos de UTI Covid na Grande São Paulo é de 73,4 %, ressaltando que apesar do alto índice de contágio, a situação agora é bem diferente da enfrentada em 2021. “Ainda temos espaço para leitos de enfermaria e UTI, hoje o tempo médio de internação em enfermaria varia de 3/4 dias, e em UTI varia de 7/8 dias, o que ajuda na renovação dos leitos. Na segunda onda, a internação era de até mais que 15 dias”, enfatizou.

E complementou: “Remanejamos todos os leitos que tem gestão pelo Estado, e hoje o Governo Estadual está liberando 700 novos leitos exclusivos para pacientes com Covid-19. Destes, 434 são para enfermaria e 266 para UTI. Referente aos leitos, 11 cidades da Grande São Paulo serão beneficiadas, com 234 para enfermaria e 91 para UTI”, destacou afirmando que a região do CONDEMAT foi contemplada.

Após ouvir as demandas apresentadas pelos prefeitos, o vice-governador Rodrigo Garcia afirmou que serão firmadas parcerias para a abertura de novos leitos. “O Estado está ao lado de vocês neste desafio. Vamos fazer uma avaliação e enfrentar juntos este momento”.

Além disso, Rodrigo Garcia explicou que as regiões que não foram beneficiadas com novos leitos, poderão solicitar financiamento do Governo do Estado para a abertura de novas vagas em caráter emergencial. “Vamos pactuar dentro do possível com co-financiamento. Seremos parceiros dos prefeitos. Não vamos suspender cirurgias eletivas, vamos enfrentar a ômicron com a vacina”, ressaltou.

Rodrigo Garcia afirmou que o Estado de São Paulo não fará uso de Decreto Estadual de Calamidade.

“Os números atuais dessa terceira onda são bem diferentes. No entanto, cada cidade possui uma realidade diferente. Vamos orientar, na Assembleia Legislativa, que cabe a cada município decidir. Não temos como fazer em Estadual”.

Também participaram da reunião virtual, os Secretários Executivos Jorge Lapas (CiOeste), Acácio Miranda Filho (Grande ABC), Brigida Sacramento (CONISUD), Adriano Leite, Wagner Lima, Gustavo Costa e Mara Flores.

Novas reuniões devem ser agendadas nos próximos dias, para encaminhamentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.