Procuradoria Especial da Mulher na Câmara de Osasco já está funcionando

A vereadora Ana Paula Rossi (PR) assumiu oficialmente na manhã de quarta-feira (29), a Procuradoria Especial da Mulher, órgão da Câmara Municipal de Osasco que acolherá de maneira adequada todos os casos de vítimas femininas de violência física ou psicológica. A vereadora Lucia da Saúde (SD) e a servidora Angelita Olivetti foram nomeadas procuradoras adjuntas.
A cerimônia reuniu vereadores e autoridades do município, entre os quais o presidente da Câmara, Ribamar Silva, a vice-prefeita Ana Maria Rossi, o ex-prefeito de Osasco, Francisco Rossi, a coordenadora de Políticas para as Mulheres, Pessoas com Deficiência, Promoção da Igualdade Racial e Diversidade Sexual, Simone de Carvalho, entre outros convidados.
Segundo Ana Paula, o objetivo da Procuradoria é garantir acolhimento a mulheres vítimas de qualquer tipo de violência ou discriminação e orientá-las. “A melhor forma de se combater é com informação. Muitas pessoas desconhecem seus direitos e, por isso, estaremos de portas abertas para somar em parceria com outros órgãos, funcionando em rede com o que existe no município. É um atendimento difícil e complexo, que se faz necessário”, ressaltou.
O presidente da Câmara Ribamar disse que decidiu reativar a Procuradoria Especial da Mulher para ajudar nesta causa. O órgão também possui outras competências, como fiscalizar programas municipais, promover audiências públicas, pesquisas e estudos sobre o tema e a participação política da mulher.
A Procuradoria da Mulher da Câmara de Osasco funciona no Gabinete da vereadora Ana Paula Rossi, na Avenida dos Autonomistas, 2607, 3º Andar, sala 15, Centro. Telefone 3699-9133. E-mail: mulher@osasco.sp.leg.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.