Rogério Lins anuncia pagamento das dívidas com rescisões trabalhistas

Ex-servidores da Prefeitura de Osasco que há anos ou meses esperam receber os direitos trabalhistas em breve poderão contar com este dinheiro. O prefeito Rogério Lins (Podemos) anunciou nesta quinta-feira (27), que fará todos os pagamentos atrasados de rescisões, zerando todas as dívidas com os trabalhadores que contribuíram com a municipalidade.
Os valores chegam a cerca de R$ 8 milhões no total e beneficiarão servidores efetivos, que pediram exoneração, cargos comissionados que deixaram a administração e também contratos CLT. “Nós conseguimos equilibrar as finanças do município, fizemos estudos para os pagamentos, começando pelos de menores valores, e pela primeira vez a gente conseguirá zerar o pagamento de rescisões que já vem com atrasos de governos anteriores. É um momento significativo, que demonstra o reconhecimento do direito de quem trabalhou pelo município, gerando tranquilidade para as famílias”, disse o prefeito.
Segundo Lins, existem casos de rescisões de 2015 que até hoje não foram quitadas e a solução para o problema era sempre um dos assuntos discutidos pelas entidades sindicais.
Para fazer o anúncio dos pagamentos dos débitos trabalhistas, o governo convidou representantes do Sintrasp (Sindicato dos Servidores de Osasco e Cotia), da Apos (Associação dos Professores de Osasco) e do Sindicato da Saúde. Também participaram a vice-prefeita Ana Maria Rossi; o presidente da Câmara Municipal, vereador Ribamar Silva; os vereadores Toniolo (líder do prefeito), Jair Assaf e Ricardo Silva; secretários municipais, entre os quais Délbio Teruel (Administração) e Pedro Sotero (Finanças).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.