Vereadores de Osasco cobram da CPTM acessibilidade na Estação do KM 18

Durante sessão da Câmara Municipal de Osasco desta terça-feira (25), os vereadores Ralf Silva e Rogério Santos (ambos do Podemos), criticaram duramente a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) pela falta de acessibilidade na Estação Comandante Sampaio, no KM 18.
As moções de apelo apresentadas por eles exigem da CPTM a implantação de escadas rolantes, rampas e elevadores para facilitar o embarque de passageiros portadores de necessidades especiais e, principalmente, idosos que sofrem com a falta dessas estruturas.
Segundo o vereador Ralf cerca de 12 mil usuários circulam pela estação diariamente. “É inadmissível que as obras de adequação até agora não tenham sido executadas, conforme exigências das normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)”.
Outro assunto da pauta foi a manutenção do Viaduto de Presidente Altino, que segundo o Ralf, a obra está deteriorada, sofrendo sérios riscos de acidente. “Gostaríamos de saber de quem é a responsabilidade, já que 70% da estrutura está no território de Osasco e 30% no município de São Paulo e não se sabe onde está registrada a planta”, argumentou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.