Doria garante mudança de endereço da Ceagesp até 2020

Durante reunião em Brasília, na terça-feira (23), o governador João Doria e o presidente Jair Bolsonaro definiram que a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) será transferida da União para o Governo de São Paulo. Com isso, a mudança de local, promessa e reivindicação antigas, poderá ocorrer até o final de 2020.

“Até o final do ano que vem, ele estará em um novo endereço, em uma área seis vezes maior que a área que ele hoje ocupa. Com isso, vamos ter mais permissionários, uma condição melhor física e operacional. Este novo local será próximo a uma rodovia, o que permitirá uma ligação mais rápida e eficiente com o Porto de Santos e com as demais rodovias federais e estaduais”, disse Doria.

A Ceagesp será transferida do Ministério da Agricultura para a Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento e o novo espaço será viabilizado por meio de recursos privados. O futuro endereço não foi anunciado ainda para evitar especulação imobiliária. No atual local do Centro será implantado o CITI (Centro Internacional de Tecnologia e Inovação), também em parceria com a iniciativa privada. “Será o Vale do Silício de São Paulo, com 650 mil metros quadrados de área dedicada à tecnologia”, explicou o governador.

No mesmo encontro, Doria também solicitou ao presidente que a pista para pousos e decolagens do Campo de Marte seja gradualmente desativada para a implantação do Museu Aeroespacial do Brasil, com o acervo da família Rolim, e do Colégio Militar de São Paulo. A mudança não irá prejudicar os pousos e decolagens de helicópteros, que poderão continuar utilizando normalmente o espaço, nem as instalações da Aeronáutica que já funcionam no local.

Governadores
João Doria participou, ainda, nesta terça-feira, do 4° Fórum de Governadores, realizado no edifício-sede do Banco do Brasil, em Brasília (DF). O evento, que reuniu outros 23 chefes do Executivo, teve o objetivo de discutir e alinhar ações em prol dos Estados e do Distrito Federal.

Além da reforma da Previdência, assunto recorrente nas reuniões dos governadores, esta edição defendeu também melhorias para a educação. “Há uma mobilização dos governadores junto ao Governo Federal para aumentar os recursos para a educação. Há um consenso de que nós não conseguiremos mudar o Brasil se não tivermos uma educação de qualidade. Temos que promover o acesso da educação a todos”, disse Doria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.