Servidores municipais de Osasco realizam manifestação por reajuste salarial

Nesta terça-feira (28), servidores municipais de Osasco participaram da manifestação por melhoria no salário.

Durante a manhã, centenas de servidores que rejeitaram a proposta apresentada pela administração municipal ameaçaram greve.

Uma comissão de trabalhadores foi recebida pelo prefeito Rogério Lins, que ontem havia anunciado reajuste de 5,3% e vale-alimentação de R$ 400 para o funcionalismo.

O aumento, segundo o prefeito de Osasco, é o maior para o funcionalismo na região e um dos maiores do país. “Nós conquistamos não somente o maior aumento da região como um dos maiores reajustes salariais de todo o Brasil. Mesmo em tempos de crise, um reajuste acima da inflação”, declarou Rogério Lins, em vídeo compartilhado nas redes sociais.

Os servidores reivindicam 10% de reajuste e R$ 550 de vale-alimentação, entre outras pautas. “Nos últimos anos as perdas salariais têm sido cruéis para o funcionalismo”, diz o presidente do Sindicato dos Servidores de Osasco e Região (Sintrasp), Toninho do Caps.

A Prefeitura quer voltar a negociar após os resultados orçamentários do segundo quadrimestre, mas a proposta foi rejeitada pelos funcionários em assembleia na manhã desta terça. Os servidores ameaçam greve e planejam nova manifestação para próxima segunda-feira (3).


 A Prefeitura emitiu comunicado na noite de segunda-feira (27) afirmando que não abonará horas ou o dia dos funcionários que aderirem à manifestação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.