Milão – Chique e moderna!

A Itália tem tanta coisa para ser vista, são tantos séculos de cultura e história, que é impossível escrever sobre tudo em um único artigo. Pensando nisso, e também no fato que muitos de nós na cidade de Osasco, carregarmos em seus sobrenomes a origem italiana, resolvi explorar um pouco mais algumas cidades italianas , cujos pontos turísticos são imperdíveis.
A cidade desta edição é Milão, que faz parte da região de Lombardia.(norte da Itália).

Milão
Cidade é o centro financeiro da Itália, e um dos mais importantes da União Europeia
Milão também tem um dos maiores PIBs da Itália (per capita), cerca de 35.137 euros, que representa 161,6% da média do PIB per capita da União Europeia
A cidade é internacional e cosmopolita, 13,9% da população de Milão é de origem estrangeira e continua sendo um dos principais centros transportacionais e industriais da Europa
Milão é a segunda maior cidade italiana e a terceira maior área metropolitana da União Europeia
Mas talvez o rotulo mais conhecido desta cidade seja o de capital mundial da moda e do design, também classificada como uma das mais poderosas e influentes do mundo, no comércio, na indústria, música, desporto, literatura, arte e mídia .
A catedral católica romana Gothic Duomo di Milano, é uma das grandes atrações da cidade, situada na praça central da cidade. Sede da Arquidiocese de Milão e uma das mais célebres e complexas edificações em estilo gótico da Europa.
Ela é uma das maiores igrejas do mundo, começou a ser construída em 1386 por iniciativa do bispo Antonio Saluzzoe levou 600 anos para ficar pronta, seu estilo e gótico flamejante.
A frente da igreja a Piazza del Duomo,cercada por cafés agitados e pelas lojas de moda elegantes do shopping Galleria Vittorio Emanuele II, nome do primeiro rei da Itália, é o shopping center mais antigo da Itália e um dos principais pontos turísticos de Milão. Abrigado dentro de uma arcada dupla (teto de vidro) do sec. XIX de quatro andares no centro da cidade.
Trata-se de uma obra do arquiteto GiuseppeIt Mengoni e foi construída entre 1865 a 1867.
Convento e Igreja Santa Maria delle Grazie, (dominicano) , incluído na lista dos Patrimônios Mundiais pela UNESCO. A igreja é famosa pela pintura da A Última Ceia de Leonardo da Vinci, que foi pintada na parede do refeitório do convento, testemunha de séculos de arte e cultura. Uma obra que vale a pena ser admirada.
O Teatro alla Scala, palco de famosos apresentações de operas internacionais, considerada uma das mais famosas do mundo. Construído por determinação da imperatriz Maria Teresa da Áustria,
A  Pinacoteca di Brera é uma coleção de arte , que contém uma das mais importantes coleções de arte italiana. Incluindo as obra do grande mestre Giambattista Pittoni, Annibale giura odio contro i Romani e Bacco e Ariann
Parque Sempione é um grande parque fundado em 1888, tem uma área total de 38,6 hectares e está localizada no centro histórico da cidade, ao lado dos jardins do Castelo Sforzesco e do Arco da Paz, também conhecido como Porta Sempione , um belo exemplo de arquitetura néo clássica projeto e Luigi Cagnola, iniciado em 1807, porém só inaugurado em 1838 pelo imperador Ferdinando I da Áustria.
O Castello Sforzesco, construído no século XV por Francesco Sforza, tornado pouco depois Duque de Milão, sobre restos duma fortificação anterior datada do século XIV. Actualmente acolhe várias colecções dos museus e galerias de arte da cidade., obras de Leonardo da Vinci , que pintou o emaranhado de troncos de árvores da Sala delle Asse  (1496-1497), Bramantino, que criou o seu Argos para a sala do tesouro (1490-1493), e Bramante, que concebeu a ponticella(passagem secreta)  de Ludovico il Moro.
Fontes e lindos jardins também fazem parte deste lindo castelo, formando um conjunto que vale a muito a pena conhecer.
O Estádio Giuseppe Meazza, também conhecido como San Siro, neste estádio jogam o Internazionale e o Milan, e durante alguns anos foi o maior estádio do mundo, com capacidade que chegou a 140 mil pessoas, números gradativamente minorados por questões de segurança.
No Museo del Novecento, você encontrará a arte italiana moderna. Já o grandioso Palazzo Reale, do século XVIII, recebe exposições de arte itinerante.
Palácio Real de Milão foi por muitos séculos a sede administrativa e residência real da cidade , sendo atualmente um importante centro cultural, sediando mostras e exposições.
Via Monte Napoleone, é uma rua comercial de luxo a rua mais cara da Europa. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *