Saúde Mental chama atenção para Setembro Amarelo

A campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio, tem o objetivo de trazer a questão para ser discutida e mostrar que as dores que levam a atitudes tão extremas têm cura com diálogo, amparo e atenção. 
A questão é mesmo urgente. A Organização Mundial da Saúde (OMS) revela que ocorrem cerca de 800 mil mortes por ano no mundo em razão de suicídio: uma média de um suicídio a cada 40 segundos. Quando consideramos as tentativas de atentados contra a própria vida, esse número pode ser multiplicado por 20. Por aqui, 32 brasileiros tiram a própria vida por dia, o que equivale a uma pessoa a cada 45 minutos.  
 
Barueri
A Secretaria de Saúde de Barueri, por meio da Diretoria de Saúde Mental e da Coordenadoria de Atenção Básica à Saúde (CABS), preparou uma programação bastante rica para abordar o tema em três principais frentes: na Educação, levando a discussão para dentro das escolas, principalmente entre os jovens; junto às equipes, orientando os profissionais de saúde sobre como agir diante do quadro; e junto à população em situação de rua, um público bastante vulnerável.  
“A Diretoria Técnica de Saúde Mental realiza desde 2018, através de sua comissão de ações em saúde mental, a campanha do Setembro Amarelo com o objetivo de sensibilizar a comunidade e os trabalhadores na identificação das situações de risco de suicídio – hoje uma importante estratégia de prevenção”, ressalta a diretora da área em Barueri, Ana Briguet. 
O cronograma de ações entre os adolescentes inclui encontros com alunos por meio de rodas de conversa dentro de algumas escolas do município, assim como no Profesp (Programa Forças no Esporte) junto com o Cras (Centro de Referência de Assistência Social); e cines-debate com o público que frequenta o Centro de Atenção Psicossocial Infanto-juvenil (CAPS IJ Trilha). 

 Osasco
A Prefeitura de Osasco, promove diversas ações por meio da Secretaria de Saúde, e realiza até o dia 27/9 ações voltadas ao “Setembro Amarelo”, em prol da campanha nacional de conscientização sobre a prevenção do suicídio.Com o slogan “Diga NÃO ao suicídio e SIM para a vida!”, a campanha busca conscientizar a sociedade em perceber sintomas que remetem ao suicídio, como a depressão, que envolve desde jovens a idosos, e ensina mecanismos de comunicação para abordar esse público, como saber ouvir atentamente, entender os sentimentos da pessoa (empatia), dar mensagens não-verbais de aceitação e respeito, expressar respeito pelas opiniões e valores da pessoa, conversar honestamente e com autenticidade, mostrar sua preocupação, cuidado e afeição.

Santana de Parnaiba
  Com o intuito de reforçar a importância da Campanha Setembro Amarelo, a Secretaria Municipal de Saúde de Santana de Parnaíba realizou, no dia 11 de setembro na Arena de Eventos Dr. Antonio Tito Costa, o 2º Fórum de Prevenção ao Suicídio com o tema “Desistir ou Resistir: Construindo Práticas”.    O evento contou com palestrantes, médicos, psicólogos, psicanalistas e psiquiatras de diversas regiões do Estado, que abordaram assuntos referentes a saúde mental para o público presente, formado por equipes das secretarias de saúde e educação, estudantes e moradores. Na ocasião, também foi mostrado o número de suicídios no Brasil com o objetivo de conscientizar os presentes sobre a valorização da vida.
A Presidente Voluntária do Fundo Social de Solidariedade do município Selma Cezar, falou da importância de falar sobre um tema tão presente na sociedade brasileira: “As pessoas devem apoiar causas como essa,uma simples conversa pode ajudar a salvar uma vida”, comentou a primeira dama do município parnaibano.    Atualmente a rede de saúde do município dispõe de três Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), que são: IJ Espaço de Vida, AD Travessia e o Adulto Alvorecer, um Núcleo de Prevenção Acidentes e Violências, além do andamento da construção de mais dois CAPS, que oferecem toda a estrutura e equipes multiprofissionais para atender os pacientes da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *